PREJUÍZOS DAS MANIFESTAÇÕES

28/06/2013 19:08

 



Quero enumerar aqui os prejuízos relacionados às manifestações. Não vou tratar dos poucos que assumem a atitude criminosa de depredar patrimônio público ou privado. Estes prejuízos, embora relevantes, são mínimos em relação ao que está acontecendo. Não estou falando tampouco das perdas de receitas de empresas e profissionais liberais. Amanhecemos, hoje, com uma proposta, que está sendo analisada como ilegal, de se fazer um plebiscito para uma "constituinte específica" para uma reforma política. Ora, tal proposta transparece como o conto do "bode na sala": trata-se de processo tão conturbado e complexo que no decorrer do mesmo já terão sido esquecidas as razões para sua constituição ou, ao menos, amenizadas.

Não haveria prejuízo maior do que ver o esforço concentrado das manifestações ficar perdido em manobras políticas. Não é possível que pessoas da velha política sejam endossados como representantes da vontade das manifestações. Não haveria maior prejuízo do que ver a incompetência política e administrativa prevalecer sobre a utopia da reforma. 

Olhando para as razões das manifestações podemos, talvez, enumerar ações mais concretas. Creio que os protestos se dão por três razões claras:
1) a fartura de notícias de corrupção envolvendo governantes e membros do Poder Legislativo;
2) o discurso ditatorial e alienado do governo federal de que tudo está ótimo e quem disser o contrário é contra o povo brasileiro; 
3) a inflação batendo às portas da classe média, vendo seus cem reais desaparecerem em três sacos de supermercados.

Ora, a solução para estes problemas está mesmo nas mãos do povo. Ao peso da inflação, devemos consumir menos, sempre no que for possível, e negociar mais. Se isto não é possível com alimentos e medicamentos, no mínimo é possível com todos os demais produtos. Com relação aos autointitulados "donos-da-verdade" sobre o Brasil, basta desconsiderá-los, agora e nas eleições. E, a "reforma política" fazemos nós mesmos não reelegendo ninguém: nem deputado, nem governador, nem presidente. 

Somente novos representantes do povo podem fazer diferente de verdade!

Sérgio Figueiredo


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!