PREFEITO EMPOSSA, NESTA SEXTA-FEIRA, MEMBROS DA COMISSÃO MUNICIPAL DA VERDADE

01/04/2016 13:32

Os cinco membros da Comissão Municipal da Verdade serão empossados nesta sexta-feira (1º/4), às 19h, pelo prefeito Rubens Bomtempo. A cerimônia será na Casa dos Conselhos Augusto Ângelo Zantta, na sede da Prefeitura, e marcará a abertura oficial da Semana pela Memória, Verdade e Justiça em Petrópolis – realizada pela primeira vez no município, com uma programação dedicada e relembrar a época da Ditadura.

 

Criada pelo Decreto Municipal nº 893, de 11 de dezembro de 2015, a Comissão Municipal da Verdade é formada por cinco pessoas - Eduardo Navarro Stotz, Maria Helena Arrochellas, Rafane Valoura Paixão, Roberto Carlos Schiffler Neto e João Fabre dos Reis, que atuarão no sentido de examinar e esclarecer as violações de direitos humanos praticadas pela ditadura, contribuindo, assim, para a efetivação do direito à memória e à verdade histórica. A comissão vai procurar esclarecer prisões, mortes, desaparecimentos e contribuir para a desapropriação do imóvel que sediou a Casa da Morte, que funcionou no Caxambu no início dos anos 70.

 

“A posse da Comissão Municipal da Verdade é um grande passo que estamos dando para a democracia e para história de Petrópolis e do país. São pessoas envolvidas na questão dos direitos humanos e que vão se dedicar a esclarecer o que aconteceu nesse período da história do nosso país”, disse o prefeito Rubens Bomtempo.

 

Programação extensa – A Semana pela Memória, Verdade e Justiça é promovida pela Comissão Municipal da Verdade, com o apoio da Prefeitura, a sociedade civil e entidades parceiras. A programação irá rememorar o 1º de abril de 1964 e as torturas e os assassinatos cometidos no período, especialmente em Petrópolis, na Casa da Morte. Se estenderá até o dia 7 de abril, com exposições, exibição de filmes, teatro e música. Haverá, ainda, lançamento do livro “Um homem torturado: nos passos de Frei Tito de Alencar”, com a participação do cientista político e membro do Instituto de Estudos da Religião (ISER), Ivo Lesbaupin.

 

Integrante da Comissão Municipal da Verdade, Eduardo Stotz, também destacou a importância do evento. “É uma oportunidade para a cidade se debruçar sobre o seu próprio passado. As coisas que aconteceram no país também aconteceram aqui.”, disse Stotz.

 

As atividades previstas na programação serão realizadas em espaços públicos, como a Praça Dom Pedro II; o Centro Alceu Amoroso Lima para a Liberdade, na Mosela; o Palácio de Cristal; a Praça da Liberdade; o Centro de Cultura Raul de Leoni; a Câmara Municipal; e o Cefet Petrópolis; além da Casa dos Conselhos.


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!