A participação da população, a transparência e o combate à corrupção

22/09/2012 12:53

 

VEJA O DISCURSO DO “NOVO PREFEITO”, reflita o que foi proposto no exercício abaixo e veja se seu candidato corresponde ao que você, PETROPOLITANO, deseja do futuro Prefeito.

 

Parte 5 – A participação da população, a transparência e o combate à corrupção

“Você, como “Novo Prefeito” apresenta seu plano de trabalho:

 

Neste governo, que iniciamos, vamos trabalhar juntos. Quero abrir oportunidades de consulta pública, nas quais a população poderá se representar de maneira organizada através de associações de moradores e outras organizações não-governamentais. Assim, quero estimular a organização política em nossa cidade, que não precisa ser partidária, mas a da política de representação dos interesses da população. Não tomarei uma decisão que modifique a vida das pessoas sem oferecer a elas a oportunidade de opinar. Para as decisões mais simples, terei aberto um Portal para contribuições por e-mail. Para as mais complexas, promoverei audiências públicas, com inscrição prévia dos palestrantes, mas assegurando voz a todas as organizações não-governamentais.

Vou oferecer transparência aos gastos públicos, o que não é uma vantagem, pois já há Lei federal obrigando as Prefeituras a fazê-lo. Mas vou ampliar a transparência, pois, além de informar nome e salários dos funcionários públicos e valores dos contratos, vou informar os nomes dos responsáveis pelas empresas com contrato com a Prefeitura e os nomes dos funcionários terceirizados e seus salários. Não quero que reste dúvida com relação à idoneidade do meu governo, nem que haja suspeitas de que estaremos privilegiando interesses particulares ou partidários.

Vou abrir um canal direto entre a Corregedoria do Município e o Ministério Público para que todas as denúncias de corrupção ou desvios sejam exemplarmente apuradas, mas, também, para que os responsáveis por falsas denúncias sejam tão exemplarmente punidos. A administração pública é assunto tão sério quanto o moral do administrador e ambos precisam ser tratados com respeito e dignidade.

Às pessoas mais vulneráveis, como os idosos e as minorias, vou providenciar um canal para denúncias sobre maus-tratos e discriminação e vou desenvolver parcerias com ONG para programas de assistência social e desenvolvimento sócio-econômico. 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!